Buscar

Teatro como linguagem – Os benefícios em ver teatro.

Por mais que diversos estudos sobre arte, estética e semiótica comecem a confrontar o entendimento de arte como linguagem, ainda assim é possível através dessa concepção, identificar os benefícios em ver teatro.

Há pouco mais de 7 anos, um estudo de uma universidade norte-americana, apontou os benefícios em ver teatro. O artigo relata que os espectadores ampliaram os seus vocabulários linguísticos, aprimoraram suas referências artístico-culturais, compreenderam melhor a linguagem não-verbal e a comunicação humana.

Ler esta matéria, me fez relembrar algumas vivências como espectador, pois a cada término de peça, a maneira que eu observava as coisas a minha volta, era modificada. Além de obter alterações no meu olhar sobre as coisas, crescia dentro de mim um desejo em me comunicar mais com as pessoas e outros elementos.

Quando você assiste teatro, diferente do cinema por exemplo, você está diante de um acontecimento ao vivo, corporificado pelos intérpretes e que acontece sem a existência de filtros e camadas. Ora, você senta na poltrona e diante de você está aquilo que se é. Você como espectador, joga com os atores, esperando um erro, torcendo por um personagem ou tentando compreender tudo que está a sua frente.

A grande sacada em ver teatro, é notar como nós, seres humanos, somos capazes de evocar emoções e sentimentos fazendo uso de instrumentos tão naturais. Por isso, quando você vê um ator/atriz interpretando, dançando ou fazendo acrobacias, você logo pensa: “nossa, eu não consigo fazer isso! ”, ou você pode pensar “eu quero fazer isso também! ”. A todo momento você desperta da poltrona, na busca de se relacionar com os elementos em cena.


Neste sentido, o benefício em ver teatro é compreender que é possível criar novos mundos e realidades sendo você, ou melhor, sendo você de um jeito diferente, sem filtros e camadas. O teatro aguça a imaginação e desperta a criatividade, pois solicita a todo momento por parte do público, que crie as imagens que a linguagem teatral não dá conta.

Quando se constrói o hábito em ver teatro, se constrói o hábito de imaginar dias melhores, mundos diferentes e realidades mais prazerosas para nossas vidas.

Já pensou em ver teatro e acordar no outro dia criando um novo eu?





Victor Emanuel Carlim é professor de teatro, pesquisador, diretor e ator. Mestre em Artes pela UNESPAR Campus II FAP e Formado em Licenciatura em Teatro pela mesma universidade.

43 visualizações0 comentário

Posts recentes

Ver tudo